Faculdade e Curso Superior de Engenharia Química. Dicas e onde estudar

Conheça as informações do Curso Superior de Engenharia Química, com um vídeo esclarecedor sobre o curso e também sobre o mercado de trabalho do engenheiro. [20|ENGENHARIA (GRUPO IV) - ENGENHARIA QUÍMICA]

» Página Inicial

O profissional de engenharia química é o responsável pela produção e realização de processos para o setor industrial. A sua atuação é concentrada na resolução de problemas na área da indústria química, realizando, ainda, a operação de diferenciados sistemas e a manutenção dos mesmos quando necessário.

Diferentemente de outras engenharias que costumam ser mais direcionadas para um único campo de atuação, o campo do engenheiro químico é mais abrangente e inclui a área de cosméticos, alimentos e bebidas, fertilizantes, biotecnologia, setor têxtil, cimento, fármaco, carboquímica, explosivos, química de base, alcoolquímica, galvanoplastia, cuidados com o meio ambiente, tratamento de água, aditivos, química nuclear, polímeros, tensoativos e muito mais.

Veja abaixo um vídeo da Universidade Federal de Goiás sobre o curso de Engenharia Química. O conselheiro do CREA-GO Harlan Brockes traz maiores informações sobre o curso. Marcelo Tito é gerente comercial da Transpreto e traz informações do mercado de trabalho.

Principais setores para atuação

O engenheiro químico atua na produção para indústrias, assim como na pesquisa, na manutenção e na criação de produtos de caráter químicos. Além disso, o engenheiro químico é um profissional que mantém relação direta com a proteção do meio ambiente por meio da análise de todos os impactos ambientes causados em cada um de seus processos no setor industrial.

Por outro lado, esse profissional também atua na projeção de plantas para indústria e equipamentos em geral e na gestão de programas que realizam o tratamento da água e de seus influentes em geral.

Mercado de trabalho

O mercado de trabalho está em um cenário extremamente positivo, principalmente por conta da exploração do petróleo que ocorre ainda no pré-sal. Mas, é claro que o mercado está de portas abertas não só no que diz respeito ao petróleo, já que outros modelos industriais também apostam nesses profissionais com alta intensidade, como é o caso da indústria de tintas, de cosméticos, a indústria farmacêutica e a de polímeros.

Além disso, até a área ambiental começa a ganhar destaque no setor de engenharia química, e as principais vagas envolvem o tratamento por completo de resíduos e processos envolvendo a transformação de energia em fontes de caráter renováveis.

Exigências

Além do ensino superior completo em engenharia química, o profissional também precisa de registro no Crea – Conselho Regional de Engenharia, Arquitetura e Agronomia.

Regulamentação

A profissão de engenharia química é regularizada por meio da lei de número 5.194, que foi instaurada em dezembro de 1966.

Onde estudar?

Veja abaixo algumas instituições onde o curso de Engenharia Química pode ser encontrado:


 
Veja também: