Faculdade de Engenharia Florestal. Grade do curso e profissão

Conheça as principais matérias da grade curricular do Curso Superior de Engenharia Florestal, a formação do engenheiro, exigências e profissão do engenheiro florestal. [30|ENGENHARIA (GRUPO VIII) - ENGENHARIA FLORESTAL]

» Página Inicial

O ramo de engenharia florestal é aquele pelo qual o profissional engenheiro se volta para o estudo do uso de maneira sustentável dos recursos florestais utilizados na indústria. Seu principal enfoque é na segurança e nos impactos que são causados ao meio ambiente, realizando também perícias, vistorias e demais avaliações que podem gerar pareceres e laudos.

Mas, de uma forma geral, a atuação desse profissional é voltada para a preservação da fauna e da flora, com pesquisas de identificação e classificação de espécies vegetais e a melhora do ambiente que ele atua.

A preservação de áreas verdes, como é o caso de parques e de demais reservas naturais, o cuidado com o reflorestamento, a recuperação de áreas rurais/ambientais que foram degradadas, a avaliação dos impactos causados em uma área prejudicada e o cuidado com a própria urbanização em áreas urbanas são alguns dos trabalhos do engenheiro florestal.

Principais matérias da grade acadêmica

A grade acadêmica do curso de engenharia florestal conta com matérias voltadas para a recuperação de áreas ambientais, tecnologia dos produtos florestais, ecoturismo, manejo de florestas e meio ambientes, fiscalização de empresas sustentáveis e assim por diante.

Mercado de trabalho

O mercado de trabalho para os engenheiros florestais está em constante crescimento no Brasil, principalmente pelo fato de que o país está no topo das nações que mais atuam na preservação das próprias florestas e na redução de impactos ambientais causados às mesmas.

O profissional engenheiro florestal pode encontrar ótima colocação em indústrias de celulosa e papel, por exemplo, e em outros segmentos que estão bem instáveis como é o caso da construção civil ou o setor madeireiro. O setor rural, atuação em órgãos públicos como no próprio Ibama ou o Ministério do Meio Ambiente também são ótimas opções.

Exigências

Para se tornar um engenheiro florestal você deve primeiramente concluir o curso superior de Engenharia Florestal. Isso feito, é também necessário se registrar no CREA – Conselho Regional de Engenharia, Arquitetura e Agronomia.

Regulamentação da profissão

A regulamentação da profissão é feita por meio da Lei nº 5.194, de 1966, e contém uma resolução do ano de 1969 com melhorias, de número 186.

Onde estudar?

Veja a relação abaixo com as opções, segundo o relatório CPC-2012 do MEC:


 
Veja também: