Conjunção subordinativa integrantes e adverbiais

» Página Inicial

Conjunção subordinativa são aquelas que ligam e unem duas orações que possuem mesma função, sendo uma delas dependente da outra sempre , essas  orações dependentes, unidas  pelas conjunções subordinativas, recebem  o nome de oração subordinada.

Preste atenção nos exemplos:

A festa já tinha começado é a  oração principal

quando é a  conjunção subordinativa

ele chegou é a oração subordinada

Joana confirmou é a  oração principal

que é a  conjunção subordinativa

não esteve aqui em casa hoje é a oração subordinada

conjunção subordinativa

Temos dois tipos de  conjunções subordinativas que  subdividem-se como  integrantes e adverbiais , abaixo falaremos um pouco sobre elas:

1. Conjunções subordinativas integrantes

Indicam  quando que a oração subordinada por elas introduzida completa ou integra o sentido da oração principal. Elas normalmente introduzem orações que equivalem a substantivos.

Exemplos que, se:

2. Conjunções subordinativas adverbiais

Nos mostram que  a oração subordinada por elas introduzida tem a função de adjunto adverbial da oração  principal. De acordo com a circunstância que nos passam e expressam, classificam-se em:

 Causais:  Nos introduzem uma oração que é causa da ocorrência da oração principal.

     São elas: porque, que, como (= porque, no início da frase), pois que, visto que, uma vez que, porquanto, já que, desde queetc.

Por exemplo: Ela tirou nota boa na prova porque estudou bastante.

Ele não fez a pesquisa solicitada  porque não dispunha de meios.

      Como não se interessa por desenho, desistiu do curso.

Obs: Não confunda Conjunções subordinativas adverbiais causais  e coordenativas explicativas ,é  importante saber que, embora sejam muito parecidas, as conjunções subordinativas adverbiais causais e as coordenativas explicativas são bem diferentes, pois a primeira liga as  orações dependentes e a segunda liga as orações independentes. Para sabermos a classificação correta delas  é só prestarmos atenção no  verbo: se o verbo estiver no imperativo aí  a conjunção é coordenativa explicativa.

 Concessivas: Conjunções subordinativas que nos  introduzem uma oração que expressa ideia contrária à da oração  principal, sem, no entanto, impedir sua realização.

São elas: embora, ainda que, apesar de que, mesmo que, se bem que, por mais que, posto que, conquanto, etc.

Por exemplo: Embora fosse muito tarde, fomos visitá-lo.

Eu nunca desistirei desse plano mesmo que  me   abandonem.

 Condicionais: Passam e introduzem a nós uma oração que indica a hipótese ou uma condição para ocorrência da oração principal.

São elas: se, caso, contanto que,  a não ser que, salvo se, desde que, a menos que, sem que, etc.

Por exemplo:Se precisar de minha ajuda, é só me ligar.

Não irei ao escritório hoje, a não ser que seja muito urgente.

Conformativas: São conjunções que nos passam e introduzem uma oração em que se exprime a conformidade de um fato com outro.

São elas: conforme, como (= conforme), segundo, consoanteetc.

Por exemplo: O passeio simplesmente ocorreu como havíamos planejado.

Arrume bem a exposição segundo as ordens do professor.

Diversos tipos de conjunções subordinativas

Como vimos são diverso tipos de conjunções subordinativas , temos outra alem dessas que comentamos acima , mas com essa citadas vocês já podem ter uma boa base do que é a conjunção subordinativa e qual a sua função, ou seja sempre unir duas orações que sempre são dependentes uma da outra formando assim orações subordinadas.


 
Veja também: