Adjetivos uniformes e biformes

Menino bonito – menina bonita, garoto pequeno – garota pequena, são alguns exemplos de adjetivos biformes que são frequentemente empregados na gramática da língua portuguesa. Veja também a relação dos uniformes.

» Página Inicial

 

A língua portuguesa é extremamente rica em recursos que de tantas opções acabam confundindo as pessoas. Os adjetivos são bons exemplos, pois há uma variedade grande deles e algumas classificações, como é o caso dos uniformes e biformes, que veremos abaixo.

adjetivos uniformes e biformes

Adjetivos Uniformes

Adjetivos uniformes são aqueles adjetivos da língua portuguesa que são comum de dois gêneros, ou seja não apresentam flexão de gênero, sendo usadas com a mesma forma tanto para o gênero masculino quanto para o feminino.

Dentro da classificação aceita para adjetivos uniformes, os principais adjetivos que se encaixam nessa definição são aqueles terminados em: -a, -e, -l, -, -ar, -or, -s e -z. As palavras que terminam com essas letras discriminadas não sofrem flexão de gênero, portanto são grafadas da mesma forma.

É importante lembrar que os adjetivos uniformes indicarão o gênero, relacionada com as três flexões do adjetivo. Sempre lembrando que as flexões dos adjetivos são: Gênero, Número e Grau

Exemplo de adjetivos uniformes:

Adjetivos Biformes

São aqueles adjetivos que sofrem flexão de gênero, ou seja, são grafados de duas formas: uma para discriminar o gênero masculino e outra para o feminino. Essa condição é a mais comum dos adjetivos (adjetivos uniformes são menos comuns e menos abundantes dentro da língua portuguesa).

Exemplo:

Para entendermos os adjetivos biformes, precisamos entender como se forma a palavra:

A diferenciação entre uniformes e biformes diz respeito somente a flexão de gênero que seria umas das três flexões do adjetivo. É importante guardar essas características dos adjetivos, pois elas são muito úteis dentro da língua portuguesa.

Nos casos mostrados podem acontecer algumas exceções a regra das flexões dos adjetivos biformes.

De uma maneira geral a flexão de gênero também se apresenta como um qualificador do adjetivo e assim darmos diferentes usos, quando eles estão relacionando-se com os substantivos. Nos casos citados, apresentamos dois tipos de adjetivo que variam apenas na forma em uma (gênero) das três flexões possíveis (gênero, número e grau). A língua portuguesa é cheia de adjetivos e é muito importante conhece-los. Aos poucos iremos conhecer todos. Aguardem por mais!


 
Veja também: