Tipos de química: biológica, ambiental ou verde e forense

Saiba quais as principais áreas da química? Veja suas aplicações e os estudos que se desenvolvem em cada uma. Comparação e diferenças entre si. Confira.

» Página Inicial

A Química tem por principal objeto de estudo a natureza. Dentre diversas áreas, estuda a composição de elementos bióticos, abióticos e suas interações que formam tecidos, objetos, seres, e ecossistemas complexos que vemos atualmente, inclusive o próprio sistema humano.

Conheça abaixo três áreas importantes da química para a humanidade, que são a Química Biológica, Ambiental e Forense.

Tabela periódica

Química biológica

A química biológica, ou Bioquímica, é um ramo da Química que tem por objetivo o estudo dos sistemas vivos com base nos princípios gerais da Química, sempre correlacionando a Química Orgânica com a Química Inorgânica.

Os estudos da química biológica se dão principalmente em direção à estrutura molecular e as funções metabólicas dos objetos estudados, como as biomoléculas, as células, vírus, enzimas, carboidratos, ácidos, lipídeos, etc. é uma área bastante aplicável, requisitada especialmente nas indústrias farmacêutica, alimentar, em análises clínicas, de biocombustíveis, dentre diversas outras.

Duas outras áreas de conhecimento bastante relacionadas com a química biológica são a biologia e a física, atuando em conjunto em pesquisas e desenvolvimento de produtos e tecnologias que favoreçam a vida em suas formas originais.

Química ambiental

Com o seu surgimento derivado da química clássica, a ambiental estuda principalmente as reações, transportes, fontes e efeitos das substâncias químicas na água, solo e ar, além dos ambientes vivos e os efeitos da ação humana nos mesmos. Em tese, a química ambiental não trabalha no controle, mas na compreensão dos mecanismos químicos que favorecem a concentração de espécies em determinadas condições (por exemplo, tipos de plantas em tipos de solos).

Por ser uma área que estuda basicamente os processos químicos que envolvem e compõem a natureza, a química ambiental é intimamente ligada a outras áreas de conhecimento que tem pelo meio ambiente seu objeto de estudo, como a Biologia, a Ecologia, a Geologia, a Engenharia sanitária, a Toxicologia, etc,

É importante também lembrar que a química ambiental, ou química verde, não estuda apenas os componentes vivos, ou bióticos, mas também os componentes abióticos em todo o planeta.

O exponencial crescimento populacional das últimas décadas tem tornado ainda mais importantes os estudos da química ambiental, uma vez que a ação do homem está causando grande impacto em todo o planeta, além de demandar cada vez mais matéria prima deste. Junto com o crescimento populacional está também o aumento da intensidade de uma série de problemas ambientais.

Química Forense

O primeiro julgamento baseado em evidências químicas foi realizado apenas no século 18, no ano de 1752, porém, desde os anos Antes de Cristo que a química tem sido instrumento de investigação de crimes, especialmente em assassinatos, que normalmente ocorriam por envenenamento.

Logo, a química forense se utiliza de uma série de técnicas e tecnologias, além de análises orgânicas e inorgânicas, toxicologia, investigações sobre incêndios criminosos e serologia, dentre outros, que de alguma maneira aumentam a compreensão sobre um caso judicial.


 
Veja também: