Pronomes tratamentos para prefeito, juiz, delegado e vereador

Veja quais são os pronomes tratamentos que são para empregar para prefeito, juiz, delegado e vereador. Veja como se usa cada um deles e como deve ser empregado o seu uso na língua portuguesa.

» Página Inicial » Português


Para falar com pessoas que conhecemos, no dia a dia, usamos uma comunicação mais casual e mais privada. Quando nos dirigimos a alguém que tenha uma maior notoriedade social ou uma posição mais elevada, é fundamentalmente melhor para nós utilizar um modo de comunicação mais formal. Nunca esquecendo que isso deve ser aplicado tanto trabalho escrito quanto falando.

Para isso, podemos usar de todo um engenho relacionado a padrões gramaticais e o método certo de como e onde utilizá-los. Além disso, sendo um pedaço dessa mecânica, estão os pronomes, que compõem dez classes linguísticas e têm a capacidade de acompanhar ou sobrepor o nome, isto é, a coisa em si, fazer relação ao indivíduo do discurso.

Umas das qualidades do estilo de correspondência comercial e judiciária são as boas maneiras, compreendidas como conhecimento aos padrões de instrução ou cortesia.

As boas maneiras se caracterizam pelo uso de frases de cortesia como “Tenho o prazer de enviar” e não apenas “Estou enviando…”; “Eu arrisco propor…” em vez de somente “Eu recomendo…”; Com o cuidado de manter uma distância estratégica de expressões ásperas ou desagradáveis. Até mesmo uma carta de cobrança pode ter seu tom tranquilo, especificando, por exemplo, de um possível descuido e as gentilezas encontradas nas cartas oficiais e empresarial pode ser expressa na utilização correta dos tipos de tratamento, continuamente prestando atenção cuidadosa aos chefes, colegas e subordinados.

Pronomes de tratamento

Vossa senhoria fez um excelente trabalho? O Senhor está na fila? Sua Excelência gostaria de comentar algo? Você pode ter ouvido falar sobre os pronomes de tratamento em algumas séries sobre advogados, programas de TV e até mesmo todos os dias.

Muitas pessoas sentem que os pronomes de tratamento parecem ser uma grande parte de um distante de nós. Na verdade, estão mais próximos do que nunca os pronomes pessoais tu e você são usados diariamente e por muitas pessoas.

Apesar de os pronomes de tratamento ser mais típicos no ambiente de trabalho, por exemplo, é essencial que você conheça este elemento da comunicação portuguesa.

Pronomes de tratamento – cargo e ambiente

Você pode utilizar pronomes de tratamento em circunstâncias mais formais. Os pronomes de tratamento dependem mais frequentemente da posição que o indivíduo exerce, por exemplo, ministro, juiz, presidente, promotor… A qualquer momento, podemos ter que conversar ou compor cartas ou memorandos para indivíduos com essas profissões, por isso devemos saber e compreender qual é modo certo que devemos nos direcionar a eles.

Pronome de tratamento para Prefeito

Por extenso: Vossa Excelência

Abreviatura no singular: V. Ex.ª ou V. Exa.

Abreviatura no plural: V. Ex.as ou V. Exas.

Vocativo: Excelentíssimo Senhor (Cargo)

Endereçamento: Ao Excelentíssimo Senhor

Pronome de tratamento para Juiz

Por extenso: Meritíssimo Juiz ou Vossa Excelência

Abreviatura no singular: M. Juiz ou V. Ex.ª, V. Exas.

Abreviatura no plural: V. Ex.as

Vocativo: Meritíssimo Senhor Juiz ou Excelentíssimo Senhor Juiz

Endereçamento: Ao Meritíssimo Senhor Juiz ou Ao Excelentíssimo Senhor Juiz

Pronome de tratamento para Delegado

Por extenso: Vossa Excelência

Abreviatura no singular: V. Ex.ª ou V. Exa.

Abreviatura no plural: V. Ex.as ou V. Exas.

Vocativo: Excelentíssimo Senhor (Cargo)

Endereçamento: Ao Excelentíssimo Senhor

Pronome de tratamento para Vereador

Por extenso: Vossa Senhoria

Abreviatura no singular: V.S.ª ou V.Sa.

Abreviatura no plural: V.S.as ou V.Sas.

Vocativo: Senhor (cargo)

Endereçamento: Ao Senhor

Concordância

Um dado essencial que temos que utilizar Vossa? O Vossa é pronome de segunda pessoa do plural, mas observe que esses pronomes de tratamento devem concordar com o terceiro singular.

Note que você geralmente se conjuga na terceira pessoa do singular, por exemplo:

Vossa senhoria recebeu o convite que enviei?

Outra concordância que deve haver é se você estiver conversando com a pessoa utilize o pronome Vossa, caso contrário é o pronome Sua.

Também é interessante esclarecer que os pronomes de tratamento são, de fato, um método indireto para referir ou atender a um interlocutor. Portanto, em qualquer momento que tivermos de escrever algo ou conversar diretamente com um juiz, por exemplo, devemos utilizar Sua Excelência, um destaque entre os pronomes mais conhecidos e utilizados nos pronomes de tratamento.

Sempre deve se fazer a concordância do verbo em terceira pessoa e considerando também o gênero da pessoa.



 

Veja também



© 2018   |   Matérias Escolares: Conteúdos para ensino fundamental e médio   |   Política de Privacidade