Preposição e locução prepositiva, combinação e contração

» Página Inicial


Na língua portuguesa, denominamos como locuções as palavras que são formadas por mais de um vocábulo e, ao mesmo tempo, apresentam características sintáticas e semânticas de uma palavra só. Na verdade, chamamos de locução as palavras que exercem função semelhante a de verbos, advérbios, conjunção, interjeição  e preposição.

As locuções prepositivas são as expressões que exercer função das preposições. Conforme os gramáticos, essa locução prepositiva é composta por um advérbio (locução adverbial) junto com uma preposição. Essas expressões possuem elementos que não mudam em gênero ( feminino e masculino) e numero (singular e plural), sendo sempre as mesmas na língua portuguesa.

A principal característica da locução prepositiva é que ela sempre termina com uma preposição e a mais freqüente é a preposição “de”.

Preposição

A preposição é uma palavra que não varia e que estabelece um vinculo entre dois termos da frase. O termo que vem antes da preposição é chamado de reagente, subordinante ou antecedente. Por isso, o termo que vem depois é denominado regido, subordinado ou conseqüente. Essa preposição faz a ligação entre as duas frases em um período, subordinado-as. Por causa disso, essas frases são chamadas de orações subordinadas.

Principais locuções prepositivas

Abaixo você poderá conferir algumas locuções prepositivas muito utilizadas:

Para que você possa compreender melhor, vou colocar alguns exemplos de locuções prepositivas em frases. Confira a seguir:

Combinações e contrações da preposição

Podemos encontrar também situações em que as preposições EM, DE, PER e A se juntam a certas palavras, formando uma só palavra. Dessa união podemos ter:

Combinação: Ela acontece quando se une com outras palavras mas todos mantém seus fonemas. Vamos dar exemplos:

Contração: Acontece com a preposição sofre alguma mudança na sua fonologia após unir-se a outra palavra. Por exemplo, as preposições DE e EM, formam contrações com diversos pronomes e artigos, como podemos ver abaixo:

Temos ainda as formas pelo, pela, pelos, pelas que são resultados da antiga preposição PER com os artigos definidos, por exemplo PER+ O= PELO.

Encontros especiais

A contração da preposição A com pronomes ou artigos demonstrativos AS, A ou com o A no começo dos pronomes AQUELE, AQUELES, AQUELA, AQUELAS, AQUILO resultam em uma fusão de vogal a que se é denominado de crase e precisam ser evidenciadas na escrita com o uso do acento grave. Vejam alguns exemplos abaixo:

Importante saber

Algumas frases não podem contrair a preposição DE com o artigo. Existem alguns casos em que o artigo inicia como o sujeito do verbo, ou com o pronome ELE ou ELA, como por exemplo na frase: “ Aquilo não depende do meu amigo decidir”, esta incorreta. A maneira certa de se usar essa preposição é a seguinte: “ Aquilo não depende de meu amigo decidir”.


 

Veja também



© 2018   |   Matérias Escolares: Conteúdos para ensino fundamental e médio   |   Política de Privacidade