Conjunção de finalidade, de oposição e de causa

Entenda o que é uma conjunção e como ela relaciona duas orações ou dois termos que aplicam a mesma função sintática em uma frase. Veja as diferenças entre conjunção de finalidade, de oposição e de causa.

» Página Inicial

Conjunção é uma palavra constante que relaciona duas orações ou dois termos que aplicam a mesma função sintática em uma frase. Sempre que pelo menos duas palavras assumam a parte da conjunção, elas são conhecidas como locução conjuntiva. Aqui estão alguns casos: apesar de, a fim de que, à medida que, desde que, visto que, ainda que, à proporção que, etc.

Conjunções são agrupadas pelo tipo de relacionamento que eles acumulam. Conjunções unem orações independentes ou gramaticalmente comparáveis são chamadas conjunções de coordenadas. No entanto, a partir de momento que as conjunções que juntam orações que tem dependência uma da outra são chamadas de conjunções subordinadas.

Veja alguns exemplos:

As conjunções de coordenativa são separadas em aditivas, alternativas, adversativas, conclusivas e explicativas conforme indicado pelo significado das funções que elas exercem.

Conjunção de finalidade

As conjunções subordinativas são agrupadas em integrantes e adverbiais. As integrantes apresentam orações substantivas subordinadas e as adverbiais iniciam orações que mostram uma situação adverbial identificada com a oração primária e são categorizadas em: causal, condicional, consecutiva, comparativa, conformativa, concessiva, temporal, final e proporcional.

Conjunção de finalidade

As orações subordinadas adverbiais finais demonstram propósito, a finalidade do que fala na oração principal.

A conjugação de mais primordial é a fim de que e as outras conjunções são: que, porque (igual a para isso) e da locução conjuntiva para que.

Por exemplo:

Conjunção de oposição

Adversativas expressam oposição, discordância, ressalva e compensação como: mas, porém, contudo, todavia, entretanto, ao passo que, senão, no entanto, não obstante, apesar disso, em todo caso e etc.

Exemplos:

Conjunção de Causa

A possibilidade de causa está diretamente ligada ao que ocasiona a um fato específico, a razão do que é expresso na oração principal. É quem ou o que define um acontecimento.

Principal de conjunção subordinativa causal: PORQUE

Diferentes conjunções e locuções causais: como (Sempre que apresentada na oração antes da oração fundamental), pois, já que, pois que, uma vez que, visto que etc.

Exemplos:


 
Veja também: