Como fazer resenha e citação, dissertação ou texto dissertativo

Perguntas e respostas sobre como fazer uma resenha e citação. O que é e como se faz uma resenha? O que é e quais são os tipos existentes como direta e indireta? Veja as características do texto dissertativo.

» Página Inicial » Português


Seu professor de português pediu para que você desenvolva uma redação que seja de cunho dissertativo? Ou ainda, escrever uma resenha de um livro?

E então você sente em uma sinuca, pois não sabe identificar a diferença entre esses tipos de redações. Mas calma, é muito simples de entender, até o final do texto você irá perceber que não tem dificuldades e em seguida fará excelentes textos.

É importante mencionar que este tipo de redação é muito cobrado principalmente nos vestibulares e inclusive no ENEM, por isso é importante saber diferenciar para poder escrever bem. Sendo assim, veja as particularidades de cada uma delas.

Resenha

Uma resenha é uma espécie de resumo crítico de uma obra, podendo ser feita para livros completos ou apenas para determinados capítulos, filmes, peças de teatro, apresentações, entre outras. Para que se possa fazer uma resenha é preciso que se conheça muito bem a obra a ser analisada, pois será necessário não apenas resumi-la, mas também apresentar opiniões e comentários que possam embasar a crítica realizada, bem como possíveis comparações com outras obras a fim de sustentar os argumentos destas críticas, sejam elas positivas ou negativas.

Uma resenha deve ser feita seguindo-se uma estrutura pré-determinada, iniciando-se com o título, seguido pela referência bibliográfica da obra e dados do autor da obra que será analisada por esta resenha. Em seguida vem a síntese ou resumo do conteúdo da obra e a avaliação crítica propriamente dita.

Resenha e citação

Os universitários estão mais acostumados com o termo de “resenha”, pois são muito cobrados nas aulas. Entretanto, estudantes do colegial também tem contato com este tipo de gênero textual.

É muito importante saber o básico sobre este tipo de texto, para que não se tenha grandes surpresas à frente, por isso, reunimos as principais informações com relação a resenha.

Uma boa resenha, independentemente de sua modalidade, deve ter como característica essencial a objetividade na escrita, deve demonstrar a impessoalidade do autor, ser imparcial e acima de tudo deve ser de cunho cientifico.

Essas características não podem faltar em uma boa resenha, mesmo que ela seja com a finalidade literária (divulgação de um livro); temática (escrever sobre vários textos que abordam o mesmo assunto); e descritiva (apenas descreve uma obra, sem opinião).

Outro tipo de resenha, só que mais especifica, é a resenha critica acadêmica. Essa é uma modalidade de escrita na qual se utiliza muito nas universidades, onde os estudantes abordam textos de cunho cientifico.

Neste tipo de abordagem o aluno terá que se atentar a formatação do artigo a ser desenvolvido, nele é preciso conter: dados bibliográficos; apresentação do assunto; falar dos capítulos; argumentar sobre o assunto; enfim, é bem mais trabalhoso que as outras.

O que são as citações?

Citações são o uso de frases ou trechos da obra original que podem ser utilizados pelo autor da resenha de forma que sua crítica ou suas ideias possam ser reforçadas através do uso destas citações.

Quais são os tipos que podem ser utilizadas?

Existem três tipos que podem ser utilizadas na elaboração de resenhas críticas: as diretas, indiretas e citação de citação.

Direta

A direta é feita através da transcrição literal das palavras utilizadas pelo autor da obra original. O trecho retirado da obra original deve estar sempre entre aspas duplas, e com o nome do autor destacado entre parênteses antes ou depois da citação.

Indireta

A indireta é feita através da mesma ideia ou opinião do autor da resenha com o autor da obra que é alvo da resenha, no entanto, esta ideia ou colocação é feita através das palavras do autor da resenha, sem o uso das palavras presentes na obra original. Neste tipo de citação o nome do autor também deve ser destacado, explicitando a referência da citação.

Citação de citação

Este tipo deve ser utilizada apenas em último caso, uma vez que o melhor é sempre utilizar a obra original para se fazer uma citação. No entanto, no caso de obras de difícil acesso, este é um artifício que pode ser utilizado citando-se na resenha que o autor da obra citou outro autor, sempre deixando explícito o nome de ambos no texto.

Dissertação e texto dissertativo

Para se dar bem na escrita de um texto dissertativo é necessário ter a capacidade de planejar como será a estrutura da redação e ter o mínimo de conhecimento sobre o assunto a ser abordado.

Isto porque é preciso ter argumentos que embasem suas afirmações, opiniões e conceitos, além de ter uma boa estrutura para que o leitor compreenda a mensagem da dissertação.

O texto dissertativo pode ser cobrado em vários locais e de várias maneiras, como por exemplo: pode ser que o aplicador da redação peça um texto dissertativo argumentativo, expositivo, crítico, objetivo e outros mais.

Por isso é importante sempre seguir a estrutura base de um texto: introdução, no qual irá expor um pouco sobre o tema; desenvolvimento, onde o autor irá se aprofundar mais sobre o que foi dito na introdução, apontando ideias e argumentos, além de dados que comprovem o que está sendo dito; e a conclusão, dar um fechamento para a ideia lançada.

Seguindo estes passos, e tendo conhecimento do assunto, certamente você terá uma boa redação ao final. Se possível acompanhe as atualidades do momento nas mídias.



 

Veja também



© 2018   |   Matérias Escolares: Conteúdos para ensino fundamental e médio   |   Política de Privacidade