Classes gramáticas e a classificação das palavras em português

Conheça as classes gramaticais como o substantivo, adjetivo, artigo, pronome, verbos e outras classes. Entenda como é feita a classificação das palavras em português.

» Página Inicial

A morfologia é a parte da gramática da língua portuguesa que estuda a classificação das palavras, ou seja, estuda a palavra isoladamente sem nenhuma relação com outra dentro de um contexto, oração ou frase. Nos primórdios da gramática havia apenas oito palavras. Atualmente este número aumentou para dez classes gramaticais, sendo seis variáveis, as que são flexionadas quanto ao número, gênero, grau, pessoa, tempo e outros, e quatro invariáveis. Como nossa língua está viva, nada impede que este número aumente ou que as classificações sejam modificadas. Mas isto, somente o tempo dirá. Por ora, estas são atualmente as classes gramaticais da língua portuguesa e seus exemplos.

Substantivos

Substantivo é a palavra que nomeia seres, sentimentos, estados de espírito, conceitos. Ex: Cachorro (nome que se dá a um ser vivo). Amor (nome que se dá a um sentimento). Tristeza (nome que se dá a um estado de espírito). Democracia (nome que se dá a certo conceito político).

O substantivo pode ser flexionado em:

Certos substantivos próprios podem ser transformados em substantivos comuns, quando se aplica genericamente o nome para indicar uma qualidade que lhe é inerente. Veja alguns exemplos:

Passam a substantivos comuns certos nomes próprios de fabricante e de lugares onde se fazem certos produtos.

Classificação

Os substantivos podem ser classificados de acordo com a tabela abaixo:

Artigo

Artigo é a palavra que determina (artigo definido) ou não (artigos indefinidos) os substantivos. Vem sempre na frente destes. Os artigos são variáveis.

Exemplos: o, os, a, as, um, uns, umas, um, uma.

Há, na língua portuguesa, algumas maneiras de combinar os artigos definidos ou indefinidos com preposições. A combinação dos artigos definidos oaosas com as preposições adeempo(per)

A combinação dos artigos indefinidos umumaunsumas com a preposição em e mais raramente com a preposição de resulta em:

Adjetivo

Adjetivo é a palavra que indica qualidade, característica aos substantivos. Os adjetivos são variáveis.

Em língua portuguesa, não há uma ordem rígida de colocação do adjetivo na frase. Ele pode estar ligado a um substantivo por meio de um verbo e vir imediatamente antes ou depois da palavra.

As vezes, ocorre mudança de significado conforme a colocação do adjetivo.

Pronome

Pronome é a palavra que substitui ou acompanha um substantivo e pode determinar a pessoa no discurso. São variáveis.

Ex: Eu, tu ele, nós, vós, eles. Aqueles, meu, seu, minha, entre outros.

Os pronomes podem ser classificados em:

Verbo

Verbo é a palavra que determina uma ação ou estado nas frases e orações. É a palavra variável em número, pessoa, modo, tempo e voz, que indica um processo-isto é, alguma coisa que acontece ou que é; que aconteceu ou que foi; que acontecerá ou que será-no tempo.

Exemplo: ser, cantar, varrer, sorrir. São palavras variáveis.

Os tempos verbais se dividem em três grupos. O indicativo representa certezas, fatos concretos. O subjuntivo, por sua vez, representa possibilidades. Já o imperativo, ordens ou pedidos.

Advérbio

Os advérbios são classificados de acordo com circunstâncias que exprimem: lugar, tempo, modo, negação, afirmação, dúvida e intensidade. Advérbio é a palavra com a capacidade de mudar um  verbo, um adjetivo ou até mesmo outro advérbio. Os advérbios são invariáveis;

Ex: não, muito, velozmente, rapidamente, sempre.

Numeral

Numeral é a palavra que determina quantidades, múltiplos, frações, ordem. Ex: primeiro, um, dois, três, um quarto, três quartos, dobro. São palavras variáveis.

Os numerais podem ser:

Preposição

Preposição é a palavra que liga uma à outra, constituindo relações entre elas. São palavras invariáveis.

Exemplos: de, para, por, em.

As preposições podem ser:

Conjunção

Conjunção é a palavra que liga orações constituindo relações de dependência (subordinação) ou não (coordenação). São palavras invariáveis.

Exemplos: embora, contudo, porém, mas, e, nem.

Conjunção Coordenativas

As conjunções coordenativas estabelecem uma coordenação entre dois termos de uma oração ou entre duas orações independentes. Podem ser:

Interjeição

Alguns estudiosos afirmam que a interjeição não seria uma classe gramatical. Mas a maioria discorda porque as estas podem destacar as emoções e melhorar as expressões emocionais. São invariáveis. Exemplos:

Há interjeições que podem exprimir emoções diferentes,conforme a inflexão da voz. Assim, oh! tanto pode denotar um sentimento de alegria como de admiração. Do mesmo modo, arre! pode exprimir dor física ou repulsa.

Por Redação e Aline Priscila da Silva Muniz Nóbrega


 
Veja também: