Revolução Francesa e Industrial. Fatores, fases e o O papel da Inglaterra

Perguntas e respostas sobre a Revolução Francesa e Industrial. Quais os principais fatores que motivaram seu acontecimento, bem como as fases das revoluções. O que quer dizer manufaturas e porque a Inglaterra foi o país percursor da revolução industrial.

» Página Inicial

O que foi a Revolução Francesa?

Esse período da história não pode ser considerado como um movimento isolado. Iniciada no ano de 1789, na França, teve pelas mãos de Napoleão a sua consolidação em 1799. Nesse ano, a Revolução Francesa espalhou-se por toda a Europa. Em função de outras revoluções ocorridas, que tiveram inicio em 1770 na América do Norte, desencadeou-se então a principal delas, que teve o seu ápice na França. Logo, pode-se dizer que a Revolução Francesa foi nada mais do que um movimento revolucionário bastante grande e significativo que devastou todo o Ocidente.

Quais os principais fatores do seu acontecimento?

Da mesma forma que todas as causas dos acontecimentos revolucionários acontecidos no final do século XVIII, as da Revolução Francesa são as mesmas. Sabia-se que, naquela época, o aborrecimento dos camponeses, trabalhadores urbanos e burguesia, os chamados Terceiro Estado, era evidente devido ao grande privilegio dado à nobreza e aos cleros. Com isso, a sociedade pertencente ao Terceiro Estado era obrigada a pagar impostos com valores exorbitantes, enquanto que a nobreza e os cleros tinham o poder da isenção.

Como se não bastasse, camponeses e trabalhadores urbanos viviam em péssimas condições, já que quase todas as terras pertenciam aos franceses, ao contrário da burguesia, que possuía muito luxo e alto poder de gastos com joias, roupas entre outras coisas. Logo, essa classe exigia um poder econômico maior e sem muita interferência do governo. Governo este Absolutista, que gerava muita contestação com os iluministas, os quais defendiam o seu fim. Que fosse contra o Absolutismo, ia para a guilhotina ou ficava aprisionado na Bastilha.

Quais as fases da Revolução Francesa?

Pode ser classificada em dois momentos: a Pré-revolucionária e a Revolucionária. O primeiro momento é caracterizado pela tentativa de apaziguar os ânimos entre a burguesia e os aristocratas, por meio de uma assembleia dos Estados Gerais. A finalidade dessa reunião era discutir a questão dos impostos. O resultado foi o não aumento desses tributos. Durante a fase Pré-revolucionária teve um acontecimento bastante importante, a tomada da Bastilha no dia 14 de Julho de 1789. A Bastilha era uma espécie de prisão-símbolo da exploração do Absolutismo.

Já a segunda fase, a Revolucionária foi marcada pela violência. Denominada também como Fase Radical, Revolução Popular, ou unicamente Terror, foi a época mais radical de toda a Revolução Francesa. Tendo como lideres comerciantes e profissionais liberais, conhecidos por jacobinos, esse momento, que perdurou por dois anos (1792 a 1794) contou com a participação significativa das sociedades mais pobres.

Em resumo, o que foi a revolução industrial?

Indústria

Foi um período de mudanças na manufatura que culminou num processo de avanço, ou seja, a substituição do trabalho até então artesanal pelo trabalho assalariado e também o início do uso das máquinas. Tudo isso ocorreu entre 1820 e 1840.

As manufaturas eram espécies de oficinas onde os trabalhadores realizavam o seu trabalho atendendo a demanda de um único proprietário, ou seja, o trabalho permanecia sendo artesanal e eram produzidos a um único dono.

Porque a Inglaterra foi o país percursor da revolução industrial?

A Inglaterra sempre obteve maiores "benefícios" com a revolução industrial devido a sua localização próximo ao mar, que facilitava a exploração de outros mercados, ter ali o maior número de burguesia rica entre seus concorrentes e o êxodo rural são fatores que a colocaram como a percursora desse movimento.

Como eram os trabalhos antes da revolução industrial?

Praticamente um trabalho escravo, pois os trabalhadores eram submetidos a jornadas de mais de 15 horas. Inclusive seus familiares, como mulheres e filhos adolescentes também tinham que se doar ao trabalho para darem conta da demanda.

Os trabalhadores já revoltados com tamanha exploração e ganhos baixíssimos começaram a sabotar muitas das máquinas, o que os denominou de "Os quebradores De Máquinas". Com isso os trabalhadores passaram a conhecer apenas uma etapa de toda a fabricação, perdendo assim o seu pleno conhecimento (como era até então).

Na primeira fase a revolução industrial se limitou apenas a Inglaterra e ao surgimento de empresas de fabricação de tecidos de algodão. A evolução das máquinas a vapor, nessa época, contribuiu para o início da revolução.

Aconteceu entre 1860 e 1900 e países como a Itália, França, Rússia e Alemanha aderiram, industrializando-se. Nesse período as principais evoluções ficam por conta da locomotiva a vapor, uso de combustíveis e da energia elétrica, o emprego do aço e o desenvolvimento de produtos químicos.

Como se encerrou, então, o ciclo da revolução industrial?

O terceiro e último ciclo da revolução industrial, segundo historiadores, se deu ao decorrer do século XX e XXI, com a aplicação de engenharia genética, fax, computadores etc.


 
Veja também: