Reciclagem no Brasil e no mundo. Importância da reutilização

O que acontece com o lixo que produzimos diariamente e constantemente em nossas casas, empresas, na rua e em outras localidades? Esta é uma pergunta importante e dela surge a necessidade da reciclagem ou da reutilização. Veja a análise.

» Página Inicial

O acúmulo de lixo no planeta se tornou um dos mais sérios problemas ambientais que afeta toda a humanidade. São milhões de toneladas de lixo acumuladas que trazem prejuízos muito maiores do que o mau cheiro, mal estar ou aparecimento local de insetos. Os danos dos lixos lançados ao meio ambiente têm matado milhões de animais, destruindo espécies, ecossistemas, denegrindo os oceanos, desestabilizando completamente a cadeia ecológica de muitos locais, chegando até mesmo à camada de ozônio, através dos gases tóxicos lançados na atmosfera.

Para onde vai o lixo?

Lixo

Toda matéria produzida e consumida pelo homem no planeta vem, de alguma forma, do meio ambiente e para ele retorna. Não há matéria que não seja desse planeta ou que vá para outro local (mesmo o lixo espacial afeta a nossa vida na Terra). Por séculos e mais séculos, os resíduos de consumo dos seres humanos considerado lixo era descartado em locais isolados, como que se aquele acúmulo não interferisse na qualidade do ambiente e da vida de todas as pessoas, vegetação e animais residentes.

Hoje em dia, a humanidade depara-se com a situação de que não há como “jogar fora” os resíduos de despejo, ao contrário, o “lixo” é jogado dentro do planeta onde vivemos, por isso, nós somos obrigados a conviver com os próprios resíduos e sofrer as consequências desse acúmulo.

Nessa problematização, encontrar locais para aterros do lixo, incineração e mesmo o acúmulo de resíduos nos oceanos não se apresentam como solução, especialmente dejetos que demorarão séculos para se decompor, como vidros e derivados de petróleo (plásticos, óleos, borrachas, etc.). Se não dá para desfazer do “lixo”, precisamos conviver com ele.

O que é reciclagem?

Reciclagem

No contexto do problema do acúmulo de resíduos, surge a reciclagem como uma solução possível para a diminuição desses montantes. Uma vez que toda a matéria utilizada faz parte do planeta e a ela sempre retornará, a reciclagem é o ato de se reaproveitar materiais beneficiados como matéria prima para um novo produto, a exemplo dos materiais recicláveis mais comuns, como o papel, o vidro, o metal e o plástico.

O Brasil, segundo a Associação Empresarial para Reciclagem (CEMPRE), produz em média mais de 240 mil toneladas de lixo por dia, sendo que 45% desses dejetos é reciclável. Porém, infelizmente apenas 3% do lixo de fato é reciclável.

No mundo, o Brasil ocupa o 11° lugar, com 1,4 milhões de toneladas recicladas em um ranking liderado pelos Estados Unidos, reciclando mais de 55 milhões de toneladas de todo o lixo produzido. Além de diminuir o acúmulo do lixo e os impactos ambientais que este traz, a reciclagem é também uma forma de se diminuir a utilização das fontes naturais e, consequentemente, a exploração à natureza.

A reciclagem é uma das melhores soluções para uma habitação sustentável no planeta terra, porém, para isso, é preciso que haja diversas mudanças políticas e culturais, além da instalação de infraestruturas de usinas de reciclagem e sistemas de coleta seletiva do lixo.

Quais materiais podem ser reciclados?

Se a reciclagem é importante, devemos passar para a próxima pergunta que é descobrir quais materiais podem ser reciclados, afinal, nem tudo pode ser reaproveitado.

A resposta é que não há uma resposta pronta ou uma lista de materiais que inconfundivelmente podem ser reciclados enquanto que outros não. Existe sim alguns materiais como vidro, alumínio, plástico, papel e papelão, entre outros que são os mais comuns e portanto e normal dizermos que eles são recicláveis.

Contudo há uma diferença entre os materiais que podem ser reciclados e os que tem demanda de reciclagem em determinado local. Por exemplo: Em uma determinada cidade, a cooperativa ou a empresa responsável pela reciclagem determinou que fará a coleta apenas de alumínio, plástico e vidro. Ai alguém pergunta: Mas o papelão não é reciclável? Sim, é, mas por questão de interesse econômico ou viabilidade a empresa optou por não coletá-lo.


 
Veja também: