Diferenças entre migração, imigração e emigração. Diáspora e êxodo

Perguntas e respostas sobre tipos de migração e as diferenças para imigração e emigração e sobre as principais migrações no Brasil. Veja os modelos internacionais e nacionais: êxodo rural, urbano-rural, pendular e mais

» Página Inicial

O que é migração?

Migração se define ao deslocamento de indivíduos dentro de um espaço geográfico, de forma temporária ou permanente. Esses fluxos migratórios podem ser desencadeados por vários motivos: econômicos, culturais, religiosos, políticos e naturais (secas, terremotos, enchentes, tsunamis, maremotos e etc.).

O conceito de migração é a movimentação humana em espaços geográficos internos ou externos ao país de origem, de forma permanente ou temporária. A migração é feita por diversos motivos que vão desde econômicos, culturais, guerras, religião e naturais. E a partir dela, surgiu a colonização de continentes e países.

Migração e imigração

O que é migração econômica?

É a que exerce maior influência na população ou seja é muito comum, entendida como o deslocamento de contingentes humanos para áreas onde o sistema produtivo concentra uma maior ou uma melhor oportunidade de trabalho, um exemplo disso é o povo do nordeste que se desloca para o sudeste, especificamente São Paulo, para melhorias, como um mercado de oportunidades de emprego mais amplo, do que o seu estado de origem.

Há migrações internacionais e nacionais, que se dividem em:

1 – Internacionais:

2 – Nacionais:

O que é uma imigração?

A imigração é vista pelo ponto de vista do país que recebe o indivíduo e é a entrada dele ou de mais pessoas para outro país que não é o de sua origem.

Os imigrantes fixam residência no novo país e constroem uma vida naquele novo lugar, com emprego, estudo, família e vida social nova.

O que é emigração?

A emigração é vista pelo ponto de vista do país de origem do indivíduo, que está saindo dele para fixar residência em outro.

O que é êxodo rural?

Faz parte da migração nacional, onde o indivíduo se desloca do interior rural para morar em centros urbanos. Também é conhecido como nomadismo.

Veja outros tipos, como:

Urbano-rural

Também faz parte da migração nacional, mas é o oposto do êxodo rural. O indivíduo sai do centro urbano para morar no interior. Também conhecido como êxodo urbano.

Urbano-urbana

É a mudança dentro do território nacional do indivíduo de um centro urbano para outro do mesmo tipo.

Pendular

É muito comum em grandes centros urbanos, que faz com que indivíduos de outras cidades metropolitanas saiam para trabalhar em outra. Não constitui residência e a pessoa retorna a sua casa ao final do horário de trabalho.

Sazonal

Esse tipo de migração entre território nacional se dá a partir de mudanças climáticas e da natureza. O indivíduo sai de sua cidade para outra, a partir de problemas como secas e enchentes.

Transumância

É uma mudança de uma cidade para outra que dura apenas um período do ano. A maior parte ocorre por questões climáticas, mas no Brasil há forte influência econômica.

Diáspora

É uma migração nacional ou internacional, involuntária ou forçada, de um grande grupo de pessoas. Os principais exemplos são a retirada de africanos para serem escravizados na Europa e América ou de judeus que fugiram da Alemanha na Segunda Guerra Mundial.

 Qual é ã diferença de migração e imigração?

Migração é o deslocamento de indivíduos por tais motivos e imigração é caracterizada pela entrada de indivíduos ou grupos, em outro país. O imigrante é visto do ponto de vista do país que o acolheu O termo se aplica só às pessoas que pretendem fixar residência permanente no país adotivo, participando da sua vida social.

Emigração?

É caracterizada pela saída de indivíduos ou grupos, de seu país de origem, para se estabelecer em outro. Emigrante é aquele que mudou de seu país para residir em outro, visto do ponto de vista do país de origem.

Sobre Migrações internas?

São aquelas que ocorrem dentro do próprio país, dentre elas podemos destacar tais tipos:

Êxodo rural ou rural urbana – é o deslocamento da população rural para a cidade.

Migração urbano-rural – é o deslocamento das pessoas da cidade para o campo.

Migração urbano-urbana – é a mudança de indivíduos de uma cidade para outra.

Migração pendular – típica das grandes cidades, onde centenas de pessoas saem de sua cidade para trabalhar em outra, retornando no final do dia.

O que é a Migração sazonal?

Ligada às estações do ano, onde o migrante sai de sua cidade, em determinado período do ano, retornando posteriormente. Um exemplo são os trabalhadores que saem das regiões secas do Nordeste em busca de trabalho em outras regiões.

Sobre as principais migrações no Brasil?

As migrações pelo território brasileiro estão, em grande maioria, associadas a fatores econômicos, desde o tempo da colonização. Quando terminou o ciclo da cana de açúcar no Nordeste e teve início o ciclo do ouro, em Minas gerais, houve um enorme deslocamento de pessoas e intenso processo de urbanização no novo centro econômicos do país. Graças ao ciclo do café e, posteriormente, com o processo de industrialização, a região Sudeste se tornou o grande polo de atração de migrantes, que saiam de sua região de origem em busca de emprego. A partir da década de 70, com o processo de descentralização da atividade industrial, a migração em direção ao Sudeste apresentou significativa queda.


 
Veja também: