Diferenças entre ensino e aprendizagem

O que é ensino e aprendizagem e quais as diferenças entre elas? A aprendizagem requer reflexão? Veja a nossa seção de perguntas e respostas sobre o tema.

» Página Inicial


O que é ensino?

Definir ensino não algo tão fácil, apesar de constantemente usamos o termo em diversas situações da vida e do cotidiano. Vejamos algumas situações corriqueiras:

Perceba que nos relatos acima e em outros parecidos o ensino sempre está associado a ação, então nos parece que a melhor definição é aquela que de alguma forma irá conduzir uma pessoa a realizar uma ação da melhor maneira possível. Note que a ação pode ser executada de qualquer forma, mas quando entra o ensino é sempre no sentido de aperfeiçoa-la.

Ensino e aprendizagem

O que é aprendizagem?

A aprendizagem também é muito ampla e sua definição não é simples de ser feita. Historicamente ela está associada ao fato de participarmos de algum processo que visa o ensino, como por exemplo, frequentar as aulas da escola regular.

Mas nem sempre isto significa de fato o aprendizado. Também é preciso levar em conta que ele pode ocorrer e ocorre a qualquer momento e praticamente em tudo que fazemos. Portanto a melhor definição parece ser aquela que aponta para um processo contínuo e ininterrupto em que descobrimos novas coisas e nos moldamos a elas ou mudamos nossa maneira de agir em função deste novo conhecimento.

Qual a diferença entre ensino e aprendizado?

O ensino parece ser mais proposital, ou seja, para que se caracterize um processo de ensino é preciso que exista algum tipo de planejamento no sentido de direcionar a pessoa ao aprendizado. Apesar de ele estar implícito em muitas coisas é mais comum quando ele é planejado, provocado e direcionado a um determinado objetivo.

Estamos a todo momento ensinando algo a alguma pessoa, seja de forma consciente ou não. Este é um processo que faz parte da vida e as nossas experiências sempre são usadas de alguma forma para promover este ensino.

O aprendizado por sua vez está mais relacionado com a pessoa que é alvo do aprendizado do que quem ensina. Como já definido acima, nas situações do cotidiano é possível aprender, mas desde que queiramos aprender.

Existe contudo situações onde nos dispomos a aprender alguma coisa, como acontece quando você vai a escola ou participa de um curso ou treinamento qualquer. Nesses casos estamos nos abrindo a mente para aprender.

Outra situação é aquele que ocorre no cotidiano onde aprendemos com o que vimos, ouvimos e até com o que fazemos ou falamos. É um processo contínuo que não requer necessariamente uma pré-disposição para aprender, basta viver.

A aprendizagem requer reflexão?

Sim, este é um ponto importante. Quando viajo de carro com minha família, sempre oriento meu filho a observar os lugares onde estamos passando, a paisagem, as cidades, as placas, os rios que cruzamos e tudo mais. Por que isso? Você pode fazer uma viagem e ver tudo isso sem se importar ou perguntar, ainda que para si mesmo, o que é aquilo, como aquilo funciona, onde estamos, entre outras questões reflexivas.

Aprendi muito na minha vida viajando e acredito que é uma ótima forma de aprender, desde que esteja disposto a observar e refletir sobre tudo que está em sua volta. Hoje com a internet é muito fácil descobrir as coisas e creio que seja esta também uma ótima forma de buscar o aprendizado.

E na escola?

Os professores precisam provocar seus alunos à reflexão. De nada adianta ele preparar aula, passar matéria, falar como um papagaio e os alunos não refletirem sobre aquilo. A discussão, as perguntas, as ideias contrárias, inclusive, fazem parte do processo de aprendizado.


 

Veja também



© 2018   |   Matérias Escolares: Conteúdos para ensino fundamental e médio   |   Política de Privacidade